Como Acabar com a Dor de Cabeça na Menopausa

Como acabar com a dor de cabeça na menopausa?

dor-de-cabeca-na-menopausa

Como Acabar com a Dor de Cabeça na Menopausa
Avalie
A dor de cabeça pode ser provocada por uma série de fatores, porém, na menopausa, ela é ainda mais frequente e, às vezes, intensa.

Descubra abaixo, em algumas medidas simples, como diminuir as crises de enxaqueca e acabar com as sofridas dores de cabeça, tão constantes durante esse período.

Melhore a sua alimentação

A alimentação é um dos maiores gatilhos para a enxaqueca na menopausa. Evite pular refeições ou ficar muitas horas sem comer e, mesmo se não estiver com fome, coma ao menos um pequeno lanche leve.

Da mesma maneira, evite alimentos ricos em gorduras saturadas, laticínios durante crises e alimentos ricos em conservantes, pois podem provocar intoxicação, mau funcionamento do organismo, má nutrição e, consequentemente, crises de dores de cabeça.

Tome chás, como os de folha de amora regularmente pois, além de ajudar no controle hormonal, ele também é rico em vitaminas, minerais e é um forte antioxidante.

Procure o seu médico

A enxaqueca pode se manifestar por diversos motivos e, para cada um deles, há um tratamento específico.

O período da menopausa, muitas vezes, pode se constituir apenas como uma situação de maior propensão a desenvolver essa doença. Por isso, investigue com seu endocrinologista ou ginecologista as causas de sua dor de cabeça;

Se for o caso de fazer uma reposição hormonal, ele irá indicar o melhor tratamento, porém, pode ser também o caso de administrar algum medicamento específico ou mesmo o de mudança de hábitos que estejam prejudicando o corpo.

Mude seu estilo de vida

Um dos maiores vilões da cabeça saudável é o estresse. Se você vive um estilo de vida cheio de compromissos, com horários apertados, vive sob pressão ou exposta a constantes situações estressantes, esse pode ser um dos principais causadores da enxaqueca na menopausa.

Busque organizar os horários, a rotina e os ambientes de forma menos estressante; Pratique algum exercício físico e, se possível, faça uma meditação ou desenvolva alguma atividade terapêutica que possa ajudar a aliviar a tensão e proporcionar momentos de prazer.

Exponha-se menos a telas e monitores

O intenso brilho das telas, quando exposto em um tempo prolongado, aumenta a tensão ocular e também cerebral, levando à sensação de fadiga mental e nos olhos após um tempo.

Esses efeitos são ainda maiores durante a menopausa. Se você trabalha em frente a monitores, procure usar óculos protetor, de leitura. À noite, evite ficar muito tempo na TV, computador, smartphone, tablets ou outras telas, especialmente próximo ao horário de dormir. Muitas vezes, essa pode ser uma das causas de já acordarmos com enxaqueca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *